22 de janeiro é data importante para adiantamento do dividendo de 2024

Publicidade

 

Por ocasião da aprovação das contas dos primeiros nove meses de 2023, a administração da Enel anunciou recentemente a distribuição do dividendo intermediário de 2024, relativo ao exercício de 2023. Esta decisão está alinhada com a política adotada pela administração, que prevê a distribuição do cupom em duas parcelas.

Aumento antecipado de dividendos

Publicidade

A alta administração da Enel decidiu “distribuir” um dividendo intermediário de 0,215 euros por ação. É importante sublinhar que este adiantamento de dividendos regista um crescimento de 7,5% face ao adiantamento distribuído anteriormente.

Uma política de distribuição diversificada

A Enel adotou uma política de distribuição de cupons em ⁤duas parcelas, que permite aos investidores receber uma ‍parte dos dividendos antecipadamente durante o ano e o restante em um momento posterior. Esta estratégia oferece vantagens tanto para a empresa como para os acionistas, garantindo uma gestão mais equilibrada dos fluxos financeiros e maior transparência na distribuição de dividendos.

Foco‌ no crescimento sustentável

A Enel, gigante elétrica de referência, vive um período de crescimento significativo.A empresa registou resultados positivos durante os primeiros nove meses de 2023, o que lhe permitiu confirmar a distribuição do dividendo intercalar para o ano seguinte. A Enel também aposta na produção de energia a partir de fontes renováveis, com um aumento de 2,7 TWh em relação ao ano anterior. ‌Isso confirma o compromisso da empresa em enfrentar o desafio das mudanças climáticas⁢ e contribuir para a ‌transição para um futuro energético mais sustentável.

Publicidade

Resumindo

A distribuição do dividendo intermediário de 2024 pela Enel demonstra a solidez e o sucesso financeiro da empresa. O aumento do adiantamento de dividendos em relação ao ano anterior reflete o crescimento e a confiança na empresa. A política de distribuição em duas tranches permite uma gestão mais eficiente dos fluxos financeiros e representa uma vantagem para os acionistas. A Enel continua focada no crescimento sustentável, investindo na produção de energia a partir de fontes renováveis ​​para contribuir na transição para um futuro energético mais limpo.